BLOG

Falta de matéria-prima para fabricar máquinas e implementos agrícolas: isso deve mudar em 2022?

Cenário complicado para o segmento de máquinas e implementos agrícolas deve mudar em 2022? Acompanhar as estimativas do mercado é essencial para o planejamento estratégico do ano.
máquinas e implementos agrícolas

O mercado de máquinas e implementos agrícolas enfrenta uma grande dificuldade atualmente: a falta de peças e matérias-primas necessárias para fabricação. Consequentemente, as concessionárias agrícolas estão enfrentando dificuldade para entregar os pedidos com curto prazo. 

Alguns fabricantes estenderam o prazo de entrega de pedidos, podendo levar até 1 ano para chegarem. Além disso, cláusulas relacionadas à multa por atraso estão sendo abolidas dos contratos de compra e venda. 

Isso gera uma infinidade de problemas para os gestores das concessionárias, entre eles estão:

  • Dificuldade de organização dos processos internos, por conta da imprevisibilidade;
  • Desgaste com clientes, devido à demora na chegada dos maquinários e atrasos em manutenção e reparos;
  • Prejuízo financeiro, pois muitos clientes podem desistir de comprar maquinários novos e recorrer ao mercado de usados;
  • Aumento dos preços, como consequência da alta demanda e escassez de oferta. 

Diante desse cenário atípico, o que é possível esperar para o ano de 2022? 

Primeiramente, é importante frisar que, de modo geral, o agronegócio é um setor em expansão e está aquecido. Isso não deve mudar ao longo do ano, já que as estimativas são de que o mercado permaneça em alta e, consequentemente, o volume de pedidos de máquinas e implementos agrícolas seja superior ao histórico dos anos anteriores.

Para se ter uma ideia, de acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o PIB do agronegócio deve crescer 9,37% no ano de 2021 e até 5% em 2022. Isso frente a um cenário de queda do PIB global nacional.  

Mesmo com atrasos na entrega, os fabricantes, contudo, registram aumento no faturamento anual. De acordo com o presidente da Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas (CSMIA), da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Implementos (Abimaq), Pedro Estevão Bastos, o mercado de máquinas deve fechar 2021 com um aumento de 20% no faturamento o que representa 56% de aumento nas vendas. Ainda conforme Bastos, “esse crescimento deve continuar a todo vapor em 2022”. 

No entanto, é importante considerar que grande parte desses números são resultado de pedidos já realizados em 2021 e cujas entregas estão programadas para este ano. A capacidade de atendimento de novos pedidos segue comprometida.

mercado de máquinas e implementos agrícolas

Dessa forma, ainda não há como vislumbrar que em um curto ou médio prazo esse problema seja solucionado, mesmo que especialistas apontem para uma situação um pouco melhor, porém incerta, para 2022. 

Para atender à nova realidade do mercado, alguns fabricantes de máquinas e implementos agrícolas têm adotado medidas de emergência, como:

  • Substituição de algumas peças e componentes por soluções inovadoras;
  • Compra de fabricantes nacionais;
  • Aumento de estoque, considerando a demora na entrega;
  • Planejamento para expandir a capacidade produtiva, que também está chegando no limite devido ao aumento da procura.

Em resumo, é possível perceber que há otimismo e ações sendo realizadas, mas pouca garantia de que algo de fato irá mudar em relação aos prazos. Por isso, toda responsabilidade da gestão do conflito com o consumidor final fica a cargo da própria concessionária. 

O que as concessionárias podem fazer?

Diante dessa incerteza para a fabricação de máquinas e implementos agrícolas, que ainda paira no ar, cabe aos gestores uma única solução para 2022: planejamento

mercado de máquinas e implementos agrícolas

Não há como passar por esse período de crise, inclusive a econômica nacional, sem prever diferentes cenários e traçar um plano de ação para cada um deles. Por isso, a dica é analisar as necessidades da própria concessionária, quais foram os maiores problemas registrados ao longo do ano e avaliar medidas para resolvê-los.

Uma dica valiosa nesse sentido é realizar as atividades considerando dois aspectos: previsão e antecipação. 

  • Previsão: com base nos indicadores de vendas e serviços da concessionária, faça uma previsão de demanda por período para se ter uma ideia do que será necessário de compra de peças, acessórios e componentes.

Por exemplo: identifique pelo perfil e histórico dos clientes de máquinas e implementos agrícolas, que serviços eles devem demandar nos próximos meses. Por exemplo, manutenção preventiva de garantia, possíveis trocas de peças por desgaste natural e outras possíveis demandas que possam surgir. Para isso, basta analisar os relatórios dos últimos anos e realizar essa previsão.

  • Antecipação: com uma demora esperada para entrega dos pedidos, nada mais certo que antecipar também as suas solicitações de compra. Para isso, observe os estudos e análises de previsibilidade para que seja possível programar os pedidos com o máximo de antecedência possível, considerando inclusive, uma margem de erro no prazo de entrega. 

Dica: crie uma planilha com os prazos de entrega informados por cada fornecedor de máquinas e implementos agrícolas e tente mantê-la sempre atualizada para organizar o calendário de compras e não perder prazos. 

Uso de sistemas ERP e CRM

Para gerenciar todas essas informações e extrair relatórios com mais rapidez e confiabilidade nos dados, a melhor solução é ter softwares de gestão específicos para esses fins, como é o caso do sistema ERP e plataformas CRM.

Campos Dealer trabalha com soluções em CRM para concessionárias agrícolas com o objetivo de melhorar o relacionamento com os clientes e utilizar os dados da plataforma para gerar dados estratégicos que ajudarão no planejamento das atividades da concessionária e potencializar os resultados.

No artigo publicado em nosso blog, ERP e CRM Integrados para a sua concessionária agrícola se destacar ainda maisvocê poderá saber mais sobre como integrar esses sistemas e melhorar os resultados do seu negócio!

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

VEJA TAMBÉM

gestão de compras
Gestão de Serviços

10 Dicas para uma gestão de compras eficaz

Se você trabalha com gestão de compras de uma concessionária agrícola, provavelmente deve ter ouvido de algum fornecedor, nos últimos meses, a seguinte frase: a matéria-prima

Concessionárias autorizadas com quais trabalhamos